3 nichos da advocacia criminal

Nichos da Advocacia Criminal

Sempre destacamos aqui a importância de se especializar dentro da Advocacia. Se você decidiu iniciar na Advocacia Criminal e já se especializou, agora você pode pensar em atuar em um determinado nicho da advocacia criminal.

Contudo, lembre-se que antes disso você realmente precisa se preparar de maneira específica para esse tipo de advocacia. Não se trata apenas de fazer uma pós-graduação ou de estudar apenas conteúdos teóricos. Você precisa saber o que fazer e como fazer diante das inúmeras possibilidades de atuação.

Para conhecer todos os cursos de Professora Cristiane Dupret, CLIQUE AQUI.

Para entrar no grupo de whatsapp e receber conteúdos gratuitos diariamente, CLIQUE AQUI

Para entrar no grupo de estudo do telegram, acesse t.me/professoracrisdupret

Se tiver dúvidas sobre a inscrição nos cursos, CLIQUE AQUI para ser atendido pelo whatsapp em horário comercial

Como já salientamos aqui antes, é notório que o número de advogados hoje no país impressiona: quase 1 milhão e duzentos mil, segundo o Conselho Federal da OAB.

Diante disso, é óbvio que a concorrência na advocacia é grande! Porém, mesmo diante deste cenário, há milhares de advogados criminalistas extremamente bem sucedidos.

Claro que existe todo um caminho estratégico para alcançar esse resultado. E são caminhos possíveis: escolher um nicho interessante, posicionar-se como autoridade, fazer uso do marketing jurídico, saber como alcançar o cliente, como atendê-lo, como mostrar o valor dos seus honorários e muito mais.

A ideia de definir um nicho de atuação dentro da advocacia criminal gera a possibilidade maior de identificação das medidas para prospecção de clientes, pois, sabendo em qual nicho você atua, sabe-se quem é o potencial cliente. Essa pode ser uma boa estratégia para alavancar sua carreira na prática penal.

É certo que, na Advocacia Criminal, você poderá ter acesso à muitas oportunidades, a depender do nicho escolhido.

Hoje, queremos trazer alguns nichos da Advocacia Criminal para você que ainda não decidiu em qual deles atuar ou, até mesmo para você, que já é advogado criminalista e ainda atua como generalista!

Inicialmente, destacamos que há advogados que atuam apenas com os crimes tradicionais como furto, roubo, lesão corporal etc. Há ainda quem atue especificamente com delitos de trânsito; Lei Maria da Penha; porte de armas; crimes contra o meio ambiente; crimes previdenciários; crimes cibernéticos; crimes empresariais; dentro muitas outras atuações.

Mas há também aqueles advogados criminalistas que se especializam em nichos ainda mais específicos como a atuação em habeas corpus; acompanhamento de inquéritos estaduais e federais; ampla defesa em Tribunais Superiores; organização criminosa e Tribunal do Júri, por exemplo.

Aqui, vale ressaltar que a advocacia especializada em tribunal do Júri é um nicho interessante, porque poucos são os advogados que atuam no Plenário do Júri e um número ainda menor que atua com qualidade.

Muitos advogados que trabalham com casos de crimes contra a vida, acabam “terceirizando” o momento da atuação no Júri para outro colega que tenha experiência. Portanto, este pode ser um nicho com grandes oportunidades.

Além de todos esses nichos, existem mais três nichos na Advocacia Criminal que são promissores. Destacamos abaixo com alguns comentários:

Advocacia especializada em Execução penal

A Execução Penal é uma das partes menos estudadas pelos Advogados Criminalistas, apesar de ser extremamente importante, pois trata-se de uma fase em que a liberdade do seu cliente está cerceada, ocasião em que ocorre enorme violação das disposições constitucionais e legais.

E nesta fase, a importância da atuação do Advogado Criminalista consiste, sobretudo, na garantia de todos os direitos do seu cliente que se encontra preso ou internado.

Se você está buscando um nicho dentro da Advocacia Criminal para atuar, ser especialista em execução penal pode ser um caminho próspero, já que existe pouca oferta no mercado, ou seja, existem poucos especialistas neste nicho.

Indicamos a leitura do artigo: A atuação do Advogado Criminalista na Execução Penal

Criminal Compliance

Entende-se por “criminal compliance”, o sistema de avaliação contínua dos procedimentos adotados por empresas ou escritórios e tem como objetivo evitar a violação de normas penais.

Desta forma, visa a implementação de regras de conduta internas, de modo que as ações sejam pautadas, principalmente, pela legislação, com uma função, primordialmente, preventiva.

É neste contexto, então, que a inserção da advocacia na atividade do compliance officer entra em destaque.

Afinal, o advogado criminal possui uma importantíssima vantagem para o mercado de compliance: o amplo conhecimento da legislação penal brasileira.

É muito comum que, cada vez mais advogados sejam contratados para assumir tal cargo em grandes empresas ou, ainda, para prestar consultoria e assessoria jurídica nesse sentido.

Portanto, o Advogado Criminal pode atuar nesse nicho orientando a empresa/escritório sobre seu comportamento no mercado em que atua, usando como ferramenta um conjunto de regras éticas e legais, as quais a empresa/escritório deverá seguir com o intuito de prevenir riscos; assim sendo, o conhecimento jurídico-penal é de extrema importância para a aplicação dessas medidas.

Advocacia consultiva: consultorias e pareceres jurídicos

Nos últimos anos, a advocacia consultiva tem ganhado cada vez mais espaço no mercado. Se você não deseja atuar na linha de frente como advogado que realiza audiências, visita fóruns, presídios e delegacias, cumpre as diligências, atende os clientes etc, então, você pode atuar como consultor e/ou parecerista.

Sinteticamente, um Consultor Penal fornece novas perspectivas sobre um determinado caso concreto, estabelece teses defensivas, estratégias e maneiras de atuação para que um Advogado as coloque em prática.

Portanto, o cliente de um Consultor Penal não é acusado ou a vítima do caso concreto, e sim outro Advogado ou Escritório especializado na área criminal.

Uma das grandes vantagens da consultoria jurídica é a desnecessidade de deslocamentos para a elaboração da consultoria.

Já o Parecerista elabora pareceres e opiniões legais com análise e informações técnicas, referências doutrinárias, jurisprudenciais e indicações legislativas sobre um tema em específico, e pode ser apresentada a clientes em consultorias jurídicas ou em processos em que o advogado especialista é chamado para oferecer um parecer.

O parecer pode ser muito útil dentro de um processo criminal, sendo juntado no processo ou usado na sustentação oral, por exemplo.

Como falamos antes, a especialização do profissional é um diferencial. Se você é especialista na área criminal, então a possibilidade de ser reconhecido por ser um Consultor Penal é maior.

Assim, a elaboração de pareceres pode contribuir, por exemplo, para o fortalecimento de um nome no mercado jurídico.

 

A advocacia criminal é uma área de atuação apaixonante e fantástica! Só depende de você fazer com que a sua carreira decole para o sucesso!

Bom, esperamos ter contribuído com você que está pensando em iniciar na Advocacia Criminal.

Se curtiu esse conteúdo, comente abaixo e dê sugestões de temas que gostariam de ver nos próximos.

 

Especialize-se na Advocacia Criminal

Cursos com certificado emitido por Instituição de Ensino, central de dúvidas com a Professora Cristiane Dupret, Visualizações ilimitadas, aulas também por aplicativo, Novos conteúdos constantes, Modelos, Material de apoio complementar e atualização semanal na área do aluno, além de conteúdos de atualização por e-mail.

Curso de Prática na Advocacia Criminal

CLIQUE AQUI

Curso de Teses (Curso Completo de Direito Penal)

CLIQUE AQUI

Curso para a Segunda Fase da OAB em Penal

CLIQUE AQUI

Conheça os livros da Professora Cristiane Dupret